Pedais de encaixe, pedais que mecanicamente travam a sapatilha, são um dos melhores investimentos que um novo ciclista pode fazer. Este artigo fornecerá uma visão geral dos sistemas populares e um pouco do nosso conhecimento sobre a escolha de um sistema de pedal que é apropriado para você, evitando despesas desnecessárias.

Pedais de encaixe proporcionam uma margem de segurança superior em relação às pedaleiras (firma pé) com correias, permitindo que o pé do ciclista desengate-se do pedal quando você cair, em uma pedaleira seus pés podem vir ou não a sair dos pedais se você cair. Não há um mecanismo que libera o pé neste sistema, mas pedais de encaixe têm um mecanismo de liberação de segurança.

Eles também aumentam a eficiência da pedalada através da transferência de energia otimizada da perna para a bicicleta. Conforme a cadência e força aplicada na pedalada mudam, o posicionamento do seu pé também se altera ligeiramente sobre o pedal. Pedais com “flutuação” permitem que o pé do ciclista mova-se naturalmente no pedal, tendo uma trajetória de pedalada mais adequada, mesmo com as variações (cadência/força).

AC

Uma breve história dos Pedais de Encaixe modernos.

Enquanto exemplos grosseiros existam desde o início de 1900, incluindo o “pedal da morte” de Cinelli, o moderno pedal de encaixe foi inventado pelo inventor francês Jean Beyl, um inovador precoce de sistemas de liberação por mola para esquis. No início dos anos 1980 Beyl projetou um “pedal de segurança automático”, enquanto trabalhava para a empresa de ski Look. Esse pedal tornou-se o pedal “Look”.

Os primeiros pedais Look branco, e mais tarde os “Pedais de competição” pretos, eram pesados e mantinham os pés do ciclista  fixos no pedal; o pé não se movia. Beyl passou a desenvolver uma nova tecnologia que introduziu movimento lateral e movimento de rotação, conhecido como “float” (flutuação). Beyl descobriu que se o pedal permitisse ao pé encontrar sua posição natural, o desempenho melhorava. Ele também foi o primeiro a reconhecer formalmente que a geometria do pé muda ao pedalar e a interface do taco/pedal deve acomodar isso para entregar desempenho e segurança ideais.

Beyl tentou convencer Look a incluir movimento lateral e de rotação em seus projetos de pedais, mas as pressões empresariais impediram uma alteração no design. Beyl saiu da Look no final dos anos 80 e, em parceria com dois empresários franceses, fundou a empresa chamada “Time Sport”, lançando então o Pedal Time com movimento lateral e de rotação. Em 1989, a maioria dos ciclistas no Tour de France, incluindo o vencedor Greg LeMond, estavam utilizando pedais Time. Vários ciclistas do Pró Tour mudaram para Time porque estes pedais estenderam suas carreiras e limitou lesões no joelho. Após tamanho sucesso, atualmente todos os pedais incorporam alguma quantia de rotação.

Greg LeMond
Greg LeMond durante o Tour de France

 

Sapatilhas e pedais de encaixe: dois tipos básicos.

Pedais e sapatilhas podem ser divididos em dois tipos: sapatilhas de ciclismo estrada/triatlo possuem três buracos no solado e solado com dois buracos para de MTB/off road  e também em ciclismo de aventura ou ciclo viagens.

Sapatilha de estrada e MTB
Sapatilha de estrada e MTB

 

Para o ciclista de Estrada, os pedais são mais leves, possuem mais possibilidades de ajuste do taco e possuem uma maior área de contato para melhor transferência de potência. As sapatilhas são mais leves e seus solados são mais rígidos, pois não são feitos para caminhar; a parte superior foca sempre em ser mais aerodinâmica e justa ao pé.

Para o ciclista de MTB, os pedais possuem dois lados para clipar o pé, são ideias para terrenos com barro e obstáculos. Já as sapatilhas possuem cravos para apoiar na lateral do pedal, oferecendo estabilidade ao pé e também para caminhar em terrenos desafiadores; normalmente os solados são mais flexíveis para facilitar o caminhar e na parte superior da sapatilha existem proteções para os dedos e em alguns modelos, proteção também para os maléolos (tornozelo).

Escolhendo seu pedal: O que comprar?

Sistemas de pedais de encaixe são comumente comprados de forma incorreta. A busca em fóruns, escutar experiências pessoais de amigos ou lojas não tão familiarizados com todos os tipos de pedais podem levar a isso. O erro mais comum para quem compra pela primeira vez é comprar pedais que encaixam em ambos os lados, pedais “caminháveis” como Shimano SPD (desenvolvidos para bicicleta de MTB) para utilização em bicicletas de ciclismo/triatlo. Enquanto seu raciocínio parece correto (poder clipar em ambos os lados, caminhar com mais facilidade), os inconvenientes do peso adicional, tacos pequenos e dificuldade de clipar em um sistema de pedal pequeno (mesmo com dois lados para clipar) logo aparecerão; quando isso acontece, rapidamente trocam para pedal de estrada.

Pedais e tacos de estrada e MTB
Pedais e tacos de estrada e MTB

 

O importante na escolha do pedal é explicar bem seus objetivos ao profissional que está lhe atendendo e, baseando-se neles, ver características como área de contato, para um melhor encaixe e transferência de força durante a pedalada, durabilidade e peso, garantindo que você tenha uma boa experiência.

Instalando seus pedais e ajustando sua sapatilha e tacos.

Não importa o pedal, taco e sapatlha que você comprar, você precisará instalá-los corretamente. Se você é novo com pedais de encaixe, recomendamos que um bike fitter experiente instale-os para você. O fitter ajustará os tacos na sua sapatilha e instalará os pedais na sua bike, cada uma destas tarefas requer experiência. Os problemas básicos mais comuns neste processo são:

  • O pedal esquerdo é com rosca contrária para que não afrouxe por forças da pedalada. A instalação do pedal esquerdo é apertado para esquerda e não para direita, como roscas normais
  • Ciclistas iniciantes costumam comprar sapatilhas muito grandes. Sapatilhas de ciclismo precisam calçar confortavelmente e justas (não apertadas!). Movimento dentro da sapatilha criará atrito e pontos quentes localizados. Nunca compre sapatilhas com “espaço para os pés incharem”, esse ajuste é feito com os fechos/travas da sapatilha.
  • Os tacos são aparafusados na parte inferior de suas sapatilhas e podem ser ajustados lateralmente (esquerda para a direita), para frente e para trás e rotativamente. Se os tacos estão instalados incorretamente podem posicionar seu pé em um ângulo desconfortável e ineficiente. Isso pode levar a lesões e tornar o uso de seus pedais mais difícil. Um bike fitter experiente e formalmente treinado pode ajustar seus tacos em uma posição neutra que não coloca estresse sobre as articulações enquanto pedala.

Aprendendo a usar pedais de encaixe.

Você pode ter ouvido ou visto ciclistas caírem ao usar estes pedais sem serem capazes de tirar os pés. Isto pode ser devido a uma falta de familiaridade com o sistema de pedal, ajuste da pressão da mola do pedal não adequada ao usuário e um mal ajuste do posicionamento do taco na sapatilha.

A melhor maneira de aprender a usar seus novos pedais é reservar um tempo especificamente para isso. Em outras palavras, não tente usar novos pedais em um passeio, treino ou competição. Recomendamos que pratique parado a clipar e desclipar dos pedais, depois suba na bicicleta, tente encaixar seu pé sem olhar para os pedais e comece a pedalar em baixa velocidade, fazendo paradas calculadas para que tire o pé sem cair.

Um rolo de treino mantém sua bicicleta com segurança na posição vertical e também é uma ótima ferramenta para aprender a utilizar seus novos pedais. Você não cairá e não vai bater em algo enquanto está olhando para baixo tentando clipar seus pés no pedal.

Uma vez que o seu bike fitter preparou os pedais e sapatilha, ele pode fornecer uma explicação de como seus pedais funcionam, dar-lhe uma demonstração e, em seguida, você pode testar o pedal contando com a assistência do fitter.

Nas suas primeiras pedaladas usando pedais de encaixe procure uma área livre de trânsito com boa pavimentação e sem obstáculos, como uma ciclovia sem tráfego.

Mantendo seu sistema de pedal de encaixe.

Agora que você já entende o básico sobre pedais e já sabe qual o ideal para seus objetivos, é hora de aprender sobre quais fatores influenciam a performance e segurança do seu sistema de pedal de encaixe.

É uma realidade que nós geralmente não cuidamos do nosso equipamento tão frequentemente quanto deveríamos. Sistema de pedal de encaixe (pedais, sapatilhas e tacos) exigem manutenção regular para que entreguem um bom desempenho e segurança. Quanto mais complexo o sistema é, mais manutenção será necessária.

O mais importante em manutenção de pedal é manter o sistema limpo e os parafusos do taco apertados na sapatilha. Isto requer inspeção e limpeza frequentes e não devem ser ignoradas. Como a manutenção é importante no uso do pedal de encaixe, quanto mais simples o sistema for, mais fácil será para manter e é mais provável que você realmente a faça. Você pode limpar seus pedais com uma escova macia, sabão e água – o mesmo  se aplica aos tacos. Se algo mais complicado se passar, recomendamos visitar seu centro técnico de confiança para inspeção e manutenção.

Tacos desgastados mudam o fit da sua bike e podem não pode soltar seu pé da maneira como eles são projetados. Eles podem soltar do nada ou podem não soltar quando você precisar. Tacos desgastados também são propensos à ruptura, isso poderia contribuir para um acidente. Tacos desgastam muitas vezes de forma diferente em cada pé, uma vez que colocamos mais um pé no chão do que o outro toda vez que paramos, como em sinais de trânsito. Novamente inspecione seus pedais e sapatilha com frequência por desgaste, sujeira e danos. Verifique se os pedais não têm “folga” excessiva ou movimento no eixo, pedais com rolamento gasto podem falhar de repente e sair do braço do pedivela por completo.

Taco novo vs desgastado
Taco novo vs desgastado

 

Esperamos que este texto o ajude e que você tenha uma ótima experiência ao pedalar. Na Gilmar Bicicletas você conta com bike fitters formados no protocolo Body Geometry Fit e os melhores produtos, estamos a disposição e ficaremos felizes em ajudar.

Boas pedaladas!


Jesus Brenno

Eu sou uma pessoa apaixonada pelo mundo das bicicletas e tenho uma missão pessoal de levar a minha paixão pelo ciclismo para todos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta     09h às 19h

Sábados                  09h às 13h

Contato

(67) 3324-8300

Av. Fábio Zahran, 6520, Vila Carvalho

Campo Grande - MS

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta    10h às 20h

Sábados                 10h às 14h

Contato

(67) 3384-1118

Rua Pedro Celestino, 1368, Centro

Campo Grande - MS

Copyright 2015 © Gilmar Bicicletas. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: